Operação Corpus Christi: acidentes deixam 3 mortos e 19 feridos nas rodovias federais do DF e Entorno

Balanço da Polícia Rodoviária Federal (PRF) contabilizou 24 acidentes. Número é 11% menor do que registrado no ano passado; maioria das infrações foi por ultrapassagem indevida. 

Por g1 DF
Rodoviária Federal — Foto: PRF/Reprodução

O feriado de Corpus Christi terminou com três mortes e 19 pessoas feridas em acidentes de trânsito nas rodovias federais do Distrito Federal e do Entorno. 

Os dados fazem parte de um balanço da Polícia Rodoviária Federal (PRF), divulgado nesta segunda-feira (20). De acordo com a corporação, o número de acidentes caiu 11% em comparação com igual período do ano passado. 

Além disso, a quantidade de vítimas feridas teve redução de 41%. Em contrapartida, nenhuma pessoa morreu em 2021. Em cinco dias de operação, a PRF autuou 1.065 motoristas no Distrito Federal.

A maioria (221) dos flagrantes foi por ultrapassagens em locais proibidos, que são responsáveis por 30% das mortes em acidentes de trânsito, segundo a corporação. Ao todo, 40 motoristas foram multados por não usarem o cinto de segurança e, 21, por transportar crianças fora da cadeirinha. 

Dos 656 testes do bafômetro aplicados, cinco condutores foram presos por apresentar valor acima de 0,33 miligrama de álcool por litro de ar expelido, o que configura o crime de trânsito de embriaguez ao volante (veja mais abaixo). Dos presos, dois deles se envolveram em acidente de trânsito sem vítimas. Outros sete motoristas foram multados por estarem visivelmente alterados. 

Le Seca 

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), dirigir sob efeito de álcool é infração gravíssima e gera penalidade de sete pontos na carteira. O motorista ainda tem de pagar multa de R$ 2.934,70.

Se o motorista for flagrado novamente dirigindo embriagado, no período de um ano, a multa é dobrada e passa a custar R$ 5.869,40. 

A habitação é recolhida e o motorista precisa passar novamente pela autoescola para voltar a dirigir. Se o teste do etilômetro (popularmente chamado como teste do bafômetro) confirmar a presença de 0,3 miligrama de álcool por litro de ar expelido ou mais, o motorista é autuado por crime de embriaguez ao volante. 

Caso o motorista provoque acidente de trânsito que resulte na morte de alguém ou lesões corporais graves, a pena vai de cinco a oito anos de prisão.
A CNH também pode ser cassada.

Fonte: O Diário do Planalto

https://www.facebook.com/1675498286067232/posts/pfbid0pbubRhSGkfSu1rHj4CKXCu9mZTZC9iKJcBGcgzb7mydeAaDLC2EUZ3gRcQBCpEy2l/

BLOG. FRANCISCO FIGUEIREDO

Muito Obrigado por sua visita! A internet é a mais fantástica invenção do homem nos últimos tempos. A liberdade de pensamento que ela nos oferece é de um poder fenomenal. E foi tentando otimizar este espaço privilegiado, que editamos este Blog. O intuito é publicar e discutir qualquer assunto que seja notícia ou de interesse público. Muito obrigado por sua visita e não esqueça de interagir conosco, escrevendo e opinando. REPÓRTER INVESTIGATIVO, DETETIVE PROFISSIONAL - EQUIPE CODI. COMUNICAÇÃO E MÍDIA.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade

Music