GOIÁS AVANÇA 12 POSIÇÕES E TORNOUU - SE 7° ESTADO MAIS TRANSPARENTE, DIZ STN.

Governo goiano cumpre 92,9% de acertos em verificações da STN. 

Avaliação objetiva incentivar qualificação e consistência dos dados recebidos. “Estamos em um outro ciclo de governo, com muita transparência, responsabilidade e um corpo técnico capacitado”, comenta governador Ronaldo Caiado Goiás alcançou a 7ª posição entre os 26 estados brasileiros e o Distrito Federal no “Ranking da Qualidade da Informação Contábil e Fiscal dos Estados”, divulgado pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN). 

O ranking da STN de 2021 compara o desempenho nas informações contábeis e fiscais, levando em conta dados do ano anterior. 

Em relação ao levantamento divulgado em 2020, quando foi o 19º colocado, o governo goiano subiu 12 posições. “Hoje temos um outro Estado de Goiás. 

As pessoas acreditam nele e sabem que aqui o dinheiro é corretamente aplicado. 

Sabem que temos condição de orgulhar o povo goiano”, afirmou o governador Ronaldo Caiado ao comentar as melhorias implementadas desde o início da gestão. “Estamos em um outro ciclo de governo, com muita transparência, responsabilidade e um corpo técnico capacitado”, complementa. 

Goiás obteve 92,2% de acertos em 2020 (88,256 acertos de 96 verificações), de acordo com o relatório da STN. “Começamos a colher hoje o que estamos plantando desde janeiro de 2019. Este é mais um bom resultado de uma gestão ética, técnica e eficaz”, comemorou a secretária da Economia de Goiás, Cristiane Schmidt. “Quem está dizendo que Goiás está, de fato, respeitando os recursos públicos e utilizando-os de forma responsável é o Tesouro Nacional”, frisou Schmidt. 
Ela acrescentou, ainda, que o “ajuste fiscal é a premissa básica para que o governante consiga fazer políticas públicas para a população”. “Isso só foi possível pelo apoio da alta gestão, do governador e da secretária da Economia, que têm privilegiado a melhoria da qualidade da informação a fim de atender os anseios da sociedade por informações de qualidade, verdadeiras e fidedignas”, salientou o contador-geral e superintendente Contábil da Secretaria da Economia, Ricardo Borges de Rezende. “A melhoria da qualidade atende tanto aos órgãos de controle externo como à própria sociedade que tem informações confiáveis para fazer uma avaliação das ações do governo, na aplicação dos recursos públicos”, finalizou Ricardo Borges de Rezende. 

Sobre o Ranking 

O Ranking da Qualidade da Informação Contábil e Fiscal é uma iniciativa da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), criada em 2019, sempre analisando um ano anterior. 

O relatório objetiva incentivar a qualificação e consistência dos dados recebidos por meio do Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro (Siconfi). 

A avaliação da STN é feita com base nas seguintes dimensões: I) Gestão da informação; II) Informações Contábeis; II) Informações Fiscais; IV) Informações Contábeis x Informações Fiscais.

O relatório completo está acessível em: https://ranking-municipios.tesouro.gov.br/estados.

BLOG. FRANCISCO FIGUEIREDO

Muito Obrigado por sua visita! A internet é a mais fantástica invenção do homem nos últimos tempos. A liberdade de pensamento que ela nos oferece é de um poder fenomenal. E foi tentando otimizar este espaço privilegiado, que editamos este Blog. O intuito é publicar e discutir qualquer assunto que seja notícia ou de interesse público. Muito obrigado por sua visita e não esqueça de interagir conosco, escrevendo e opinando. REPÓRTER INVESTIGATIVO, DETETIVE PROFISSIONAL - EQUIPE CODI. COMUNICAÇÃO E MÍDIA.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade

Music