Testemunhas de Jeová se posicionam sobre fiéis que sofrem perseguição na Rússia

O porta-voz das Testemunhas de Jeová, Kleber Barreto, afirma que os fiéis foram proibidos de manifestar sua fé.
 (crédito: Maxim Shipenkov/AFP) 

Em virtude da visita do chanceler russo, Sergey Lavrov, ao Brasil, prevista para esta segunda-feira (16/4), muitos têm voltado atenção para a atual situação interna na Rússia, com casos de perseguição à indivíduos, grupos políticos e religiosos. O porta-voz nacional das Testemunhas de Jeová, Kleber Barreto, afirma que os fiéis estão sofrendo perseguição no país, pois foram proibidos de manifestar sua fé.



"Embora as autoridades russas afirmem que não estão proibindo a liberdade religiosa individual de seus cidadãos, o que temos visto é um aumento nas condenações e também um endurecimento nas sentenças que são impostas”, disse o porta-voz das Testemunhas de Jeová.

De acordo com os religiosos, eles estão sendo presos simplesmente por praticarem sua fé de modo pacífico ou por falarem com outros sobre aquilo em que acreditam. ‘Na verdade essa perseguição e os maus-tratos não nos surpreendem. 

Jesus Cristo disse que, assim como ele, seus seguidores também seriam perseguidos - João 15:18-20", disse o porta-voz das Testemunhas de Jeová.

BLOG. FRANCISCO FIGUEIREDO

Muito Obrigado por sua visita! A internet é a mais fantástica invenção do homem nos últimos tempos. A liberdade de pensamento que ela nos oferece é de um poder fenomenal. E foi tentando otimizar este espaço privilegiado, que editamos este Blog. O intuito é publicar e discutir qualquer assunto que seja notícia ou de interesse público. Muito obrigado por sua visita e não esqueça de interagir conosco, escrevendo e opinando. REPÓRTER INVESTIGATIVO, DETETIVE PROFISSIONAL - EQUIPE CODI. COMUNICAÇÃO E MÍDIA.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem