Varíola dos macacos é declarada emergência de saúde pela OMS; entenda

Organização tentar conter o surto da doença, que afetou quase 17 mil pessoas em 74 países Tempo Avatar Por AgênciaVaríola dos macacos é declarada emergência de saúde pela OMS; entenda Organização tentar conter o surto da doença, que afetou quase 17 mil pessoas em 74 países.

Por Agência
Tedros Adhanom, da OMS — Foto: Fabrice Coffrini/AFP

A Organização Mundial da Saúde (OMS) ativou seu nível mais alto de alerta neste sábado (23) para tentar conter o surto de varíola do macaco, que afetou quase 17.000 pessoas em 74 países, anunciou seu diretor-geral Tedros Adhanom Ghebreyesus. 

"Decidi declarar uma emergência de saúde pública de alcance internacional", disse Tedros em entrevista coletiva, afirmando que o risco no mundo é relativamente moderado, exceto na Europa, onde é alto. 
Para a OMS, emergência de saúde pública é um "evento extraordinário que constitui um risco à saúde pública para outros Estados por meio da disseminação internacional de doenças e potencialmente exige uma resposta internacional coordenada". 

Nessa situação, a organização recomenda que autoridades de saúde do mundo inteiro reforcem seu monitoramento da doença e fiquem preparados para eventualmente adotar medidas de contenção. 

Tedros já expressado "sua preocupação" com o aumento do número de casos de varíola do macaco na quinta-feira (21), durante a abertura da reunião do comitê de emergência de especialistas, que estuda se o atual surto da doença justifica ou não o mais alto nível de alerta. 

Em uma primeira reunião, em 23 de junho, a maioria dos especialistas recomendou que Tedros não declarasse emergência de saúde pública de âmbito internacional. 

"A varíola do macaco está fora de controle, não há razão legal, científica ou de saúde para não declarar uma emergência de saúde pública de magnitude internacional", disse no Twitter na sexta-feira Lawrence Gostin, especialista americano em direito da saúde pública e diretor do Centro de Direito da Saúde da OMS.

Desde o início de maio, foi detectado um aumento incomum de casos fora dos países da África Central e Ocidental onde o vírus é endêmico, espalhando-se por todo o mundo, com um alto número de infecções na Europa.
A varíola do macaco - detectada pela primeira vez em humanos em 1970 - é menos perigosa e contagiosa do que a varíola, erradicada em 1980. Na maioria dos casos, os pacientes são homens relativamente jovens, que têm relações homossexuais e geralmente vivem em cidades, disse a OMS.

De acordo com um estudo do New England Journal of Medicine com 528 pessoas em 16 países – o maior até o momento – 95% dos casos foram transmitidos sexualmente.

Na sexta-feira, a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) recomendou estender o uso de uma vacina contra a varíola para combater a propagação da varíola do macaco, que já é usada em vários países.

Em 2013, a UE aprovou a vacina Imvanex, da empresa dinamarquesa Bavarian Nordic, para prevenir a varíola. Seu uso agora é estendido devido à sua semelhança com o vírus da varíola do macaco. 

A OMS recomenda vacinar as pessoas de maior risco, bem como os profissionais de saúde que possam estar expostos à doença. (AFP)

Fonte: O Tempo.

https://www.facebook.com/123915661024322/posts/pfbid02rN9PyHUVNiwReoFwDHUnu5uR56AEdDE99Z6ysxb1L6EVwZJ1hkzgx6TprBnUWKyjl/

BLOG. FRANCISCO FIGUEIREDO

Muito Obrigado por sua visita! A internet é a mais fantástica invenção do homem nos últimos tempos. A liberdade de pensamento que ela nos oferece é de um poder fenomenal. E foi tentando otimizar este espaço privilegiado, que editamos este Blog. O intuito é publicar e discutir qualquer assunto que seja notícia ou de interesse público. Muito obrigado por sua visita e não esqueça de interagir conosco, escrevendo e opinando. REPÓRTER INVESTIGATIVO, DETETIVE PROFISSIONAL - EQUIPE CODI. COMUNICAÇÃO E MÍDIA.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade

Music